Sistema de injeção, funcionamento & garantias

Escrito por 

O engenheiro civil Marcelo Urquiza, há 14 anos atuando com impermeabilização e sistema de injeção, observa que as falhas que originam boa parte das infiltrações nas lajes de cobertura decorrem da própria característica de construção da edificação. “São falhas estruturais, pois foram introduzidas no dia da concretagem ou na sua preparação.

Por isto, elas são finitas, ou seja, não se multiplicam com o tempo.” Para esse tipo de ocorrência, o engenheiro afirma que a injeção de material flexível [ele atua com poliuretano, um polímero flexível], associada a serviços de recuperação estrutural e aplicação de cristalizantes de concreto, é capaz de solucionar em definitivo os pontos de infiltração.

Entretanto, Marcelo Urquiza ressalva que a garantia dos serviços de injeção é dada em relação ao ponto tratado, estendendo-a, a partir daí a “um metro (1m) de raio”, assim como “para pontos não lineares (isolados e colarinhos)” e de “1m de comprimento para cada lado de pontos lineares (trincas e juntas de concretagem)”. “As garantias são somente comerciais (e por isso variam em cada empresa), uma vez que tecnicamente a solução é realmente limitada ao ponto tratado.”

O especialista destaca a variedade de aplicações disponíveis no mercado, cada uma com uma finalidade. Há desde os polímeros flexíveis ao acrílico, passando pelos poliuretanos estruturais e resinas de epóxi. Aqui, a injeção é indicada “quando há necessidade de se devolver à peça tratada a sua característica estrutural monolítica”. “Esses casos são mais raros e exigem o acompanhamento de um profissional especializado em estrutura (calculista ou consultor da área)”, exemplifica.

Alternativa mais rápida e de menor impacto em termos de escopo de serviço, a injeção deve, eventualmente, ser complementada em novos pontos que venham a surgir na estrutura, ressalta o engenheiro. “Mas a quantidade [do novo serviço] é substancialmente inferior ao número de pontos tratados originalmente”, observa.

“É importante que a empresa que está propondo a solução conheça muito bem as várias situações estruturais que causam problemas de infiltração para determinar o melhor produto a ser aplicado ou até mesmo a recomendação da consulta de um especialista para assessorar os trabalhos”, finaliza Urquiza.

Impermeabilização, métodos mais frequentes (mantas e injeção)

A engenheira civil Rejane Saute Berezovsky, diretora do Ibape-SP (Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia), preparou a síntese abaixo em relação às técnicas disponíveis para tratamento das infiltrações e danos causados pela umidade nas instalações prediais.

LOCALESPECIFICAÇÃO
SUBSOLO
(SUPERFÍCIES
TÉRREAS E LAJES)
Mantas flexíveis pré-fabricadas;
Membranas flexíveis moldadas “in loco”;
Polímeros acrílicos;
Elastômeros de SBS*;
Asfaltos modificados.
COBERTURAS
(SUPERFÍCIES E
LAJES)
Mantas flexíveis pré-fabricadas;
Membranas flexíveis moldadas “in loco”;
Polímeros acrílicos;
Elastômeros de SBS;
Asfaltos modificados.
JARDINS E
JARDINEIRAS
(SUPERFÍCIES)
Mantas flexíveis pré-fabricadas antiraiz;
Asfaltos modificados.
RESERVATÓRIOS,
SUPERFÍCIES E
PAREDES DE
PISCINAS
Argamassa polimérica;
Resinas termoplásticas.
PAREDES EXTERNAS
DA EDIFICAÇÃO
Primeiramente deverá ser verificado se a origem das trincas não
é estrutural. Caso não seja, as trincas devem tratadas conforme
os seguintes procedimentos:
- Ser abertas em “cunha” com ferramenta apropriada e limpas
para remover resíduos soltos;
- Receber aplicação de uma camada de Fundo Preparador
de Paredes;
- Aplicação de Mastique Acrílico Vedante de elasticidade
permanente;
- Aplicação de tela de poliéster (caso haja necessidade); e,
- Aplicação de Massa Base para uniformização da área.
MARQUISES
(SUPERFÍCIES)
Polímeros acrílicos;
Elastômeros de SBS;
Asfaltos modificados;
Mantas flexíveis pré-fabricadas.
GARAGENS NO
SUBSOLO (VIGAS
BALDRAMES)
Asfaltos modificados.

Matéria publicada na edição - 231 - fevereiro/2018 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.