Sustentabilidade nos condomínios: Por que implantar hortas?

Escrito por 

Em entrevista à Direcional Condomínios, a síndica profissional Tania Goldkorn explica porque tem estimulado a implantação de hortas nos condomínios que administra. Fala ainda da maneira como faz a manutenção do espaço e gerencia a colheita, que beneficia moradores e funcionários. Tania atua como profissional desde 2013 em São Paulo e hoje atua em oito condomínios.

Horta em Condomínios
Horta em Condomínios

Direcional Condomínios - Como surgiu a ideia de aproveitar os espaços nos condomínios para cultivar hortas?

Tania Goldkorn - Acreditamos que o condomínio precisa ser o mais sustentável possível, para que as crianças apliquem no lugar onde moram o que aprendem na escola. Hoje as pessoas cozinham mais em casa, reunindo os amigos. Então, criamos um modelo de horta bem acessível, fácil de fazer e cuidar, levo a ideia para os moradores, que a adoram.

Direcional Condomínios - Quais espaços são aproveitados? Vocês observam questões como insolação ou qualquer lugar pode dar origem a uma horta?

Tania Goldkorn - Aproveitamos cantinhos onde possamos revitalizá-los com vasos de temperos, pimentas, limoeiros e tomatinhos. Não plantamos em locais que possam comprometer o crescimento da planta. Por exemplo, plantamos o tempero certo no local ideal. Fazemos ainda cortininhas de bambu e usamos uma tela especial para proteger quando necessário.

Direcional Condomínios - Como é feito o preparo da terra e que outros cuidados são tomados?

Tania Goldkorn - Usamos compostagem, substratos e terra com adubo orgânico.

Direcional Condomínios - Quem faz o cultivo e manutenção?

Tania Goldkorn - Trabalho com uma paisagista e jardineiros que se ocupam da montagem inicial. Mas muitos moradores participam ativamente, dando sugestões antes, durante e depois. Os funcionários aprendem a fazer a manutenção e substituímos o pé sempre que preciso. Além disso, estou sempre fiscalizando e ajudando a cuidar.

Direcional Condomínios - Quais vegetais são plantados?

Tania Goldkorn - Temperos em geral: alecrim, manjericão, hortelã, cominho, sálvia, salsa e cebolinha, coentro, boldo, pimentas, tomatinho e limão siciliano.

Direcional Condomínios - Como isso é distribuído aos condôminos? Funcionários também podem fazer a colheita?

Tania Goldkorn - A colaboração é de todos e a colheita também, todos cuidam e ganham com isso. Temos prédios em que a horta fica bem próxima da área da churrasqueira e acaba virando uma atração entre os convidados mostrar de onde vêm os temperos usados para os drinks, como hortelã e limão; e para as saladas, que ganham, por exemplo, salsa e cebolinha.

Direcional Condomínios - Qual o impacto de iniciativas como essa para a relação do condômino com o prédio e a administração?

Tania Goldkorn - Tenho tido uma ótima resposta dos moradores quando o prédio se torna diferenciado por fazer coleta seletiva, horta e ter cisterna de água pluvial. É incrível como essas iniciativas unem os condôminos, que acabam trazendo sugestões, aparecem com mudas novas.

Horta em Condomínios
Horta em Condomínios

Matéria complementar da edição - 235 - junho/2018 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.