Quinta, 23 Novembro 2017 00:00

Custos condominiais apresentam leve queda em setembro

Por

Mas no acumulado do ano, inflação chega a 4,94% nos gastos do condomínio. Despesas eventuais e água são os principais responsáveis pela elevação.

A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic) divulgou os índices de mercado referentes ao mês de setembro passado. O valor dos condomínios de São Paulo apresentou leve queda nas despesas médias de 0,06%, de acordo com o Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais (IPEVECON).

Desta forma, a variação acumulada do índice nos últimos doze meses chega ao percentual de 4,94%, enquanto o Índice Geral de Preços de Mercado (IGPM) acumulado no mesmo período indica deflação de 1,45%, e aumento de 0,47% em setembro.

Na comparação com setembro de 2016, a maior oscilação foi registrada no item de Despesas Eventuais, com aumento de 5,48%, seguido pelo o aumento de 4,59% no item Água. As elevações foram contrabalançadas por quedas apontadas em outros itens, como Energia, que apresentou queda de 2,15%, Encargos Sociais (-1,42%) e Despesas com o Pessoal (-0.96%).

Ipemic

O Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial (Ipemic) do mês de setembro registrou índice de mora no pagamento de cotas condominiais (atraso até o 30º dia) de 7,49%. Em comparação ao mesmo período do ano anterior (setembro 2016 - 6,65%), representou aumento de 0,84%, em pontos percentuais.

O valor relativo à inadimplência do mês, com base em julho de 2017 (não pagamento do 31º ao 90º dia após o vencimento) atingiu 3,52%. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, obteve aumento de 0,42% pontos percentuais (julho de 2016 - 3,10%).