Segunda, 05 Fevereiro 2018 00:00

Piso desaba e esmaga veículos na garagem de condomínio do DF

Por

Foi o 2º desabamento do ano registrado no Brasil; em janeiro, parte de laje de condomínio de luxo desabou na Praia de Itaparica, em Vila Velha (ES). Não houve vítimas.

Fotos do Corpo de Bombeiros do DF

O piso em frente a um prédio residencial, na Quadra 210 da Asa Norte, em Brasília, cedeu na manhã do domingo, dia 4/2, e atingiu 25 veículos que estavam estacionados na garagem, segundo o Corpo de Bombeiros. Por causa do impacto, alguns carros foram esmagados.

Após buscas no local, os bombeiros informaram que ninguém ficou ferido. Cães farejadores ajudaram a vasculhar a área. De acordo com os militares, havia suspeita de que uma pessoa estava sob os escombros, mas foi descartada.

O prédio foi evacuado preventivamente e liberado por volta das 9h15. O subsecretário da Defesa Civil, Sérgio Bezerra, constatou que não houve danos à estrutura do prédio e os moradores foram autorizados a voltarem aos apartamentos.

Até às 10h20, no entanto, a garagem continuava isolada. Além dos veículos atingidos, canos de água e de esgoto também foram rompidos. Para segurança dos moradores, o fornecimento de água e de energia foi suspenso.

Há dois meses, o prédio passa uma obra de revitalização da fachada. O imóvel foi construído em 1970. Um engenheiro contratado pelo edifício vai conduzir a recuperação do local. Ele teria descartado que essa obra tenha causado o desabamento.

À TV Globo, os moradores do primeiro andar do edifício disseram que ouviram um barulho, como uma explosão, e, segundos depois, sentiram um pequeno tremor.

O jornalista Bruno Sodré mora em frente ao prédio onde aconteceu o desabamento. Ele conta que o incidente teria ocorrido por volta das 6h. "Acordei com o barulho de buzinas e alarmes às 6h30. Vi que a laje da garagem cedeu e esmagou os carros."

Parte de laje de condomínio de luxo desabou na Praia de Itaparica (ES) em janeiro

Parte da laje da garagem de um condomínio de luxo cedeu no dia 10 de janeiro na Praia de Itaparica, em Vila Velha (ES). Com o acidente, carros de moradores do prédio ficaram destruídos. Apesar do estrago, a Defesa Civil do município informou que ninguém se feriu. A área do acidente foi completamente isolada.

Segundo o órgão, o condomínio é antigo e a laje da garagem já havia apresentado problemas antes do desmoronamento, de acordo com diagnóstico de um engenheiro perito contratado pelo prédio. O acidente não abalou nenhuma das torres do imóvel.

A Defesa Civil informou ainda que a empresa responsável pelo prédio, que possui 15 andares, se comprometeu a fazer todos os reparos necessários após a queda da laje.

Fontes: Portal G1 DF/ TV Globo /Folha Vitória