E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O que mais chama a atenção é que, além de se revestirem de poderes absolutos, os membros da comissão querem decidir, ajustar detalhes, impor condições, contratar empresas, excluir outras, mas não querem assumir qualquer responsabilidade, porque esta fica exclusivamente para o síndico.

Vivemos num mundo global e a visão também acaba se tornando "macro" e subjetiva. E como ficam os detalhes nas situações cotidianas em que vivemos? Desprezados. Somos rápidos nas avaliações mais amplas sem perceber os detalhes.

O melhor que podemos fazer primeiramente é observar. Observar os síndicos de sucesso, os síndicos de referência e aqueles que perduram por longos anos em suas gestões.