Segunda, 15 Abril 2019 00:00

Por que reformar a instalação elétrica de seu apartamento?

Escrito por 

"Não basta reformar o prédio, tem que reformar sua unidade também."

Ao longo destes anos em que escrevo para o portal da Direcional Condomínios, tenho batido muito na tecla da necessidade da reforma das instalações elétricas nos condomínios. Sobretudo nas áreas comuns, mas, neste artigo, quero falar um pouco da instalação dentro da unidade habitacional, também conhecido como “seu apartamento” ou “’sua casa”.

Assim como o seu carro ou suas roupas, uma instalação elétrica tem vida útil e precisa de manutenção constante. Temos a tendência de não ligar para a instalação elétrica, porque ela está funcionando e porque está embutida na parede. Mas vamos aos fatos.

Os fios são caminhos para os elétrons saírem do lugar de geração de energia e chegarem até o seu equipamento, fazendo-o funcionar. Estes fios, que chamamos de condutores, são feitos de cobre, que suporta um aquecimento até perto dos 1.000 graus antes de derreter. No entanto, para mantê-lo isolado é necessária uma capa de material plástico ou de borracha (normalmente PVC). Este material isolante suporta, por sua vez, uma temperatura de até no máximo 70 graus! Portanto, o condutor não pode ultrapassar a temperatura de 70 graus, caso contrário ele derreterá a capa, deixará o fio exposto e poderá causar um curto-circuito.

Para proteger este curto-circuito e até este aquecimento, usamos um dispositivo chamado disjuntor ou fusível, que deve estar corretamente dimensionado de acordo com a capacidade de condução do fio. É mais uma menos como a caixa d´água de nossa casa, ela tem um sensor que desliga a entrada de água, se não teremos o transbordo. O disjuntor vai desligar a energia elétrica caso haja excesso de carga. E este excesso pode acontecer com vários equipamentos ligados ao mesmo tempo (acho que você já fez isto, não é?).

Além disto, existem as conexões, emendas, tomadas e por aí vai. Por isto é que devemos contratar uma revisão na instalação a cada cinco anos pelo menos. Mas não é qualquer pessoa que se recomenda para esta revisão. Um profissional capacitado e principalmente atualizado deverá ser contatado para uma avaliação e, depois de identificado os problemas, ele ou outro profissional também qualificado deverá fazer as alterações para que sua instalação fique segura.

O uso de produtos de qualidade também é importante, pois são eles que completarão a segurança da sua família. Se você não tem um profissional deste nível sugiro que acesse http://www.encontreseueletricista.com.br/, um portal mantido pelo Instituto Brasileiro do Cobre e apoiado por entidades e que tem nos profissionais a característica de serem atualizados.


Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.

Edson Martinho

Engenheiro Eletricista, é diretor-executivo da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade). Professor, palestrante e articulista. Escreveu e publicou o livro "Distúrbios da Energia Elétrica" (Editora Érica, 2009)
Mais informações: edson@lambdaconsultoria.com.br