Segunda, 16 Março 2020 00:00

Novo Coronavírus: Ações de prevenção no condomínio

Escrito por 

Estamos na época da realização das assembleias gerais ordinárias, onde é comum a reunião presencial dos moradores para os temas de aprovação de contas, discussão do orçamento futuro e eventualmente eleição de síndico.

Converse com o Conselho Consultivo e a administradora do seu condomínio, certifique-se da possibilidade jurídica e promova encontros virtuais através de Assembleia Digital, pois, com o avanço da tecnologia, já é possível realizar esse tipo de evento no conforto da sua casa.

A cada dia aumenta a expansão da pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19) em escala mundial e, no Brasil, registramos o aumento do número de casos confirmados. Segundo entrevista do ministro da Economia, Paulo Guedes, ao jornal Folha de S. Paulo, no domingo, dia 15/03/2020, análise estatística realizada pelo Banco Central indica que a rapidez de contágio no Brasil e nos Estados Unidos tem sido maior que a da China e Itália.

Sabemos que um indivíduo pode ser contaminado através do ar ou pelo contato pessoal em gotículas de saliva, espirro, tosse, secreção ou até mesmo ao toque de um simples aperto de mão de uma pessoa infectada.

Diante de tantas informações, dúvidas e preocupações, como os síndicos dos condomínios residenciais e comerciais podem auxiliar no processo de conscientização, controle e prevenção dessa pandemia em ambientes muitas vezes de grande circulação?

Para tantas dúvidas seguem algumas orientações abaixo.

Moradores de edifícios residenciais

Caso o seu condomínio tenha algum morador em isolamento domiciliar, é importante que os demais moradores tenham conhecimento dessa informação e o condomínio adote medidas de higiene nas áreas comuns.

Caso algum morador tenha conhecimento sobre o contágio do vírus, ele deve informar imediatamente o condomínio para as providências de higiene local e o síndico notificar obrigatoriamente o serviço de saúde.

Para quem ainda não sabe, o isolamento domiciliar é uma medida adotada para os casos menos agressivos da doença e a recomendação é isolar o paciente em um cômodo da casa, já que poderá contar com a ajuda de um familiar ou especialista em medicina da saúde, conforme orientações do Ministério da Saúde.

Usuários de prédios comerciais / empresas

As empresas devem estabelecer protocolos rigorosos de controle interno e medidas preventivas para evitar contágio entre seus colaboradores, principalmente entre executivos que circulam pelos aeroportos em viagens internacionais. Antes do regresso destes profissionais para o ambiente de trabalho, é importante fazer o automonitoramento e, de preferência, adotando medidas de proteção aos demais. Se houver suspeita de contágio, é preciso realizar os testes específicos.

As empresas podem estudar a possibilidade de trabalho home-office para algumas posições, além de flexibilização de escalas de trabalho e turnos diferenciados para evitar aglomerações em transportes públicos.

Caso tenha conhecimento de algum colaborador comprovadamente infectado, informar a administração do condomínio para adotar algumas medidas de higiene local no sentido de mitigar riscos de contágio pelo contato nas áreas comuns.

Vale lembrar que, embora seja preciso levar ao conhecimento do condomínio para que este adote medidas de controle, é de fundamental importância que o síndico e a administração interna do condomínio mantenham sigilo sobre a pessoa adoentada, como forma de preservá-la e evitar problemas de exposição.

Síndicos e gerentes prediais

Crie uma agenda de higienização especial nos halls de acessos dos elevadores, garagens e áreas de maior circulação. Deve ser reforçada a limpeza de botoeiras de pavimento de elevador; painel e botões do elevador; maçanetas de portas corta-fogo; leitores biométricos; corrimãos; banheiros; portas do hall; portão de entrada etc. Importante que seja feito em média a cada duas (02) horas.

Instalar dispenser de álcool gel pelas áreas comuns, principalmente nos acessos aos elevadores, banheiros, vestiários, refeitórios e academia.

Nos prédios comerciais, colocar álcool gel nos balcões de "check-in" para que o visitante, enquanto faz o cadastro, já faça a sua higiene.

Ainda nos prédios comerciais é importante manter um funcionário da limpeza especialmente dedicado a fazer a higienização das botoeiras internas de elevadores, hall de acesso, catracas de liberação, totem e painéis de chamada dos elevadores, cabines, portas, maçanetas, máquinas de "vending machine", principalmente pelo elevado fluxo de visitantes.

Sabemos que o impacto destas medidas certamente acarretará o aumento das despesas do condomínio, principalmente nos itens de limpeza ou eventualmente aumento do efetivo do condomínio. Mas vale a pena uma discussão interna para saber se faz sentido o esforço ou se na pior das hipóteses abraçar essa causa colocará sem segundo plano alguma outra prioridade dentro do condomínio.

Vale lembrar ainda que estamos na época da realização das assembleias gerais ordinárias, onde é comum a reunião presencial dos moradores para os temas de aprovação de contas, discussão do orçamento futuro e eventualmente eleição de síndico. Converse com o Conselho Consultivo e a administradora do seu condomínio, certifique-se da possibilidade jurídica e promova encontros virtuais através de Assembleia Digital, pois, com o avanço da tecnologia, já é possível realizar esse tipo de evento no conforto da sua casa.


Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.


Marcio Bagnato

Diretor Executivo da Empresa Max Síndicos, especializada em assessoria e Sindicatura Profissional, é advogado pós-graduado na área de Negócios Imobiliários pela FAAP (SP). Possui quase 30 anos de experiência em administração de condomínios. É especialista em processos de implantação de novos empreendimentos, onde presta consultoria para incorporadoras de ponta em São Paulo. Atuou como diretor de condomínio de grandes administradoras. Mais informações: marcio@maxsindicos.com.br.