Terça, 02 Maio 2017 00:00

Exemplos de manifestações patológicas em fachada de prédio em São Paulo

Escrito por 

Uma fachada de prédio residencial situado em São Paulo, caracterizada por soluções mistas – argamassa coberta com tinta, revestimento cerâmico e concreto aparente – passou recentemente pela vistoria do engenheiro civil Marcus Vinícius Fernandes Grossi, que ali identificou diferentes manifestações patológicas.

O especialista disponibiliza à Direcional Condomínios, através de seis imagens, o diagnóstico dos diferentes problemas encontrados, apontando as possíveis consequências sobre a deterioração da fachada caso o processo não seja detido, além de indicar as soluções.

INFILTRAÇÕES, TRINCAS E MANCHAS

As três primeiras imagens desta página representam, segundo o engenheiro, as mesmas causas, efeitos e indicações de soluções para o prédio em estudo. São elas:

- Diagnóstico: Fissuração devido à variação higrotérmica [efeito da água e das mudanças da temperatura sobre a dilatação e retração dos materiais], agravada pela infiltração proveniente da cobertura por falha na impermeabilização;

- Provável consequência: Deterioração do revestimento e proliferação de fungos e algas, podendo gerar desplacamento;

- Recomendações: Tratar as causas da infiltração, e recompor revestimento com técnica e materiais adequados.

DESLOCAMENTO DE VIGA

- Diagnóstico: Deslocamento ou movimentação da viga devido à fluência, efeito Rüsch do concreto [Segundo norma da ABNT, ele está associado à redução da resistência do concreto devido ao efeito deletério das cargas de longa duração], sobrecarga na laje, ou subdimensionamento da estrutura.

- Provável consequência: A manifestação patológica pode se acomodar ou continuar em processo de deformação até à ruptura;

- Recomendações: Selar a trinca para monitoramento de sua abertura. Caso esta se estabilize, é preciso realizar o tratamento da trinca e recompor o revestimento. Senão, mais estudos deverão ser realizados.

PROBLEMAS NA ARMADURA DO CONCRETO

- Diagnóstico: Desplacamento de cobrimento de concreto devido à carbonatação [Gerada pelo efeito do gás carbônico] ou penetração de agentes agressivos por frestas e trincas, que oxidaram a armadura e provocaram sua expansão;

- Provável consequência: Pode ocorrer a oxidação de áreas cada vez maiores nesta estrutura aparente;

- Recomendações: Aprofundar a investigação das causas, medindo a profundidade carbonatada e o teor de cloretos. É preciso ainda realizar a limpeza da estrutura, fazer a recomposição dos trechos desplacados e aplicar revestimento impermeável para proteger a estrutura.

REVESTIMENTO CERÂMICO

- Diagnóstico: Deslocamento do revestimento cerâmico possivelmente pela ação de agentes externos;

- Provável consequência: Desplacamento e queda do revestimento e infiltração na unidade;

- Recomendações: Retirar trecho danificado e aplicar novo revestimento.

 

 

 

Matéria publicada na edição - 223 de maio/2017 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.

Marcus Vinícius Fernandes Grossi

Engenheiro Civil, especialista em Excelência Construtiva e Anomalias pelo Mackenzie e mestrando em Habitação: Tecnologia em Construção de Edifícios pelo IPT. Possui extensão em Gestão e Tecnologia da Construção pela POLI-USP/FDTE e certificado em Inspeção de Estruturas de Concreto pela ABECE, IBRACON e ALCONPAT.

Professor universitário de cursos de Engenharia Civil e sócio-gerente da Fernandes & Grossi Engenharia, possui mais de dez anos de experiência na área de construção civil, atuando em empreendimentos do segmento imobiliário nas áreas de execução de obras e gestão de qualidade. Atua ainda com perícias de engenharia, consultoria, inspeção predial, entrega de obras, análise de projetos, normatização técnica, desempenho e qualidade das construções.

Mais informações: marcus@fernandesgrossi.com.br