Matérias

O uso dos espaços comuns nos condomínios tem mudado conforme haja alteração no perfil do seu público.

Como líder de uma coletividade, o síndico pode contribuir para baixar a temperatura das tensões no condomínio, tanto pelas posturas próprias quanto por medidas que adote em prol desse ambiente. A reportagem da Direcional Condomínios conversou com o psicólogo clínico e monge budista Hernán Vilar e a médica psiquiatra Tatiane Vasconcelos para colher orientações que possam ajudar esse gestor a impedir que "o caldeirão pronto" chamado condomínio "entre em ebulição". Abaixo, os principais trechos da entrevista concedida pelo casal.

Melhor que reabrir áreas para a diversão da garotada, como o playground, é fazer isso em um ambiente revitalizado, a exemplo do Condomínio Residencial Vila Mariana, na zona Sul de São Paulo.

O Condomínio Portal dos Bandeirantes, na zona Oeste de São Paulo, resolveu apostar no reconhecimento facial para o controle de acesso dos pedestres, substituindo os dispositivos biométricos que estão instalados há oito anos em três portarias externas; em outras de entrada em cada uma das cinco fases do empreendimento; e, ainda, nas 27 torres do residencial.

Portaria virtual e reconhecimento facial ganham protagonismo em 2020.

Síndico não deve ser surpreendido quando é feita indicação de troca de peças.

Obras de impermeabilização de toda superfície térrea do Condomínio Biblos, localizado no bairro de Cerqueira César, em São Paulo, obrigaram à remoção de sete espécimes arbóreos e exigiu licenciamento do processo junto à subprefeitura da região.

Uma live promovida pela síndica Patrícia Branco a partir do salão social do Condomínio Parque Residencial Nossa Senhora do Sabará, para celebrar a Festa Junina, conseguiu mais de mil visualizações na rede social por meio da qual foi transmitida ao vivo, entre 16h30 e 18h30 de 27 de junho último.

Grandes condomínios costumam trazer uma agenda anual de festas para integrar moradores e usufruir de sua infraestrutura. Mas sem poder aglomerar, por causa da pandemia da Covid-19, síndicos têm apostado em lives e eventos gastronômicos tipo delivery, garantindo, assim, a diversão e renda extra para condôminos e entidades.

No início da quarentena gerada pela pandemia do novo Coronavírus, a síndica Kelly Remonti, do Condomínio Top Village, localizado em Alphaville, Região Metropolitana de São Paulo, deixou em stand-by a execução do projeto de construção de nova churrasqueira e da rampa de acessibilidade na piscina.

Pagina 1 de 129