Economia e beleza nas garagens

Escrito por 

É possível valorizar a garagem, tornando-a um espaço mais agradável, com uma iluminação correta e eficiente e instalando acessórios adequados. A instalação de sensores de presença é fundamental para economizar energia elétrica. "Nas garagens, os sensores economizam mais de 60% de energia", afirma o engenheiro eletrônico Márcio Missao Babazono. Segundo Márcio, muitos síndicos têm solicitado um retrofit para a iluminação da garagem. Com o apagão e a necessidade urgente de economizar, os condomínios deixaram as garagens escuras demais. Conforme a garagem, Márcio recomenda a instalação mais adequada. Garagens pequenas podem receber sensores por ponto (ou sistema parcial, que deixa os corredores da garagem acesos e os sensores nas vagas). Já garagens maiores precisam de centrais de gerenciamento - conforme o carro entra na garagem, acendem-se os pontos.

Para qualquer dos dois sistemas, o engenheiro não indica o uso de lâmpadas fluorescentes compactas, por queimarem mais facilmente. No sistema parcial de sensores, esse tipo de lâmpada pode ser utilizado apenas nos pontos que ficam acesos continuamente. Já as fluorescentes comuns podem ser utilizadas nos sensores. Ainda visando a economia de energia, é recomendado trocar as tradicionais lâmpadas fluorescentes de 40w por modelos de 32w que, segundo Márcio, consomem menos e iluminam mais. Os reatores de partida rápida devem ser substituídos pelos eletrônicos, também mais econômicos. Márcio ensina que o síndico precisa contar com 5% de queima das lâmpadas por mês. “Em média, de cada 100 lâmpadas, cinco queimam”, aponta. 

Acessórios de borracha, como amortecedores de impacto, cantoneiras e protetores de colunas e paredes, evitam danos aos veículos e dão um bonito acabamento nas garagens. Redutores de velocidade refletivos (também conhecidos por tachões) e limitadores de vagas completam a relação de acessórios. Periodicamente, deve-se proceder a pintura das vagas e sua numeração. Placas de sinalização, especialmente as que indicam o limite de velocidade, são essenciais para garantir a segurança dos usuários.

São Paulo, 7 de outubro de 2009