Confraternização de funcionários de condomínios: a experiência do Residencial Maresias (SP)

Escrito por 

A síndica Ângela Merici Grzybowski e vistas parciais das duas torres do Residencial Maresias, em São Paulo (Bairro de Perdizes). Ao fundo do empreendimento, em área bem arborizada, fica a churrasqueira onde acontecem as festas de confraternização para os funcionários, familiares e condôminos.

Síndica há quase dez anos do Residencial Maresias, condomínio com duas torres localizada no bairro de Perdizes, em São Paulo, Ângela Merici Grzybowski costuma promover festas anuais para os funcionários. "Não temos comissão de organização, eu me encarrego de tudo, desde a definição da data, geralmente no último sábado de novembro, até contatos com prestadores de serviços para angariar os fundos, e a decoração do salão de festas, onde acontece um bingo", descreve Ângela, que atua hoje como síndica profissional.

O evento inclui ainda promoção de churrasco em um espaço agradável, na área dos fundos do empreendimento, em meio a um pequeno bosque. A síndica relata a origem desta festa, que envolve os seis funcionários, familiares, alguns condôminos e prestadores de serviço: "Tudo começou em 2007, quando a pintura da fachada estava finalizando, era final de ano, e pensei em fazer um churrasco pra comemorar a 'revitalização' do condomínio, que estava havia muito precisando de pintura. Era novembro, daí veio a ideia de uma confraternização para os funcionários, para aproximá-los um pouco mais do condomínio. Convidamos os funcionários (e seus familiares), o pessoal da pintura, da administração e moradores." Ângela diz que para custear as despesas, começou a buscar apoio dos prestadores de serviço do condomínio, como a própria "empresa de pintura e imobiliárias que atuam aqui". "Consegui a verba necessária e ainda sobrou um pouco, daí surgiu o bingo, para divertir e distribuir presentes."
Sete anos depois, a confraternização tornou-se uma verdadeira tradição, esperada ansiosamente pelos funcionários e familiares, revela Ângela. Segundo ela, além dos brindes do bingo (que vão de panetones de 500 gramas a presentes maiores para vencedores da cartela fechada), são providenciados mimos para as crianças, "normalmente uma cesta de Natal infantil, com minipanetone, doces, suco etc."

Fotos: Rosali Figueiredo

Matéria complementar da edição - 186 de dez/2013 da Revista Direcional Condomínios