Passou da hora: Atenção aos sinais de deterioração da fachada

Escrito por 

O abandono da fachada fica evidente através de cores desbotadas, descolamentos de pastilhas e cerâmicas, trincas e fissuras em direções diversas, entre outros sinais aparentes. Segundo o engenheiro Roberto Boscarriol Jr., “as pinturas de boa procedência não duram mais que cinco anos em ambiente não agressivo” (são considerados locais agressivos aqueles submetidos à maresia ou muito poluídos, por exemplo). Para manter a estética e proteger o emboço, além da alvenaria e demais elementos da fachada, esta deve ser pintada no mínimo após esse período, diz. “O aparecimento das trincas, desfolhamento e o fundo da mesma são sinais da necessidade de repintura.”

Também pastilhas ou cerâmicas devem ter tratamento periódico, especialmente a lavagem e o rejuntamento. Quanto ao desplacamento, este pode ter causas diversas, entre elas, a falta de preparo do substrato, agravada, com o tempo, pela “variação de temperatura e ação dos agentes agressivos do meio ambiente (como chuva ou ar)”. Ele também pode ocorrer pelo “choque mecânico ou reforma com troca de elementos (caixilhos, venezianas e portas-balcão)”.

Matéria publicada na edição - 214 - julho/2016 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.