Impermeabilização e revestimento final em uma só tecnologia

Escrito por 

No processo de recuperação e modernização do Condomínio Torre da Roma, edifício comercial de 2002 localizado no bairro da Lapa, zona Oeste de São Paulo, o corpo diretivo acabou apostando há cerca de um ano no quesito agilidade para resolver as infiltrações que afetavam os subsolos.

Impermeabilização

Impermeabilização e acabamento com um só material na laje do estacionamento do Condomínio Torre da Roma

O condomínio valorizou “o fator tempo” ao escolher uma solução em poliéster flexível de alto desempenho, que cumpre uma dupla função: garantir a estanqueidade à água e dar o acabamento ao piso. Tudo é aplicado sem quebra da estrutura anterior.

A síndica Ana Cristina Oliveira conta que esta tecnologia apresentava valor 100% superior à aplicação da manta convencional. “Mas tínhamos a responsabilidade de entregar logo o espaço, pelo grande fluxo de pessoas e carros no condomínio, que tem muitos consultórios médicos e odontológicos”, pondera. Além disso, ela destaca que havia um prazo a ser cumprido junto ao prestador que explora comercialmente o estacionamento localizado sobre a laje superior das garagens cobertas (reservadas aos condôminos). Ana Cristina afirma que, além do novo revestimento, as juntas de dilatação (principal origem das infiltrações) foram tratadas com material flexível. Os subsolos foram pintados, os muros externos receberam outro tipo de sistema impermeabilizante e, hoje, “a laje se encontra estanque”. Porém, indicando que o tema água traz pendências sem fim para a gestão dos síndicos, o condomínio está lidando agora com outra fonte de vazamento, proveniente de um vão localizado entre um de seus muros e o do vizinho.


Matéria publicada na edição - 233 - abril/2018 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.