Zelador, saiba qual o perfil mínimo do profissional na atualidade

Escrito por 

O padrão dos condomínios mudou muito nos últimos anos, impondo novas demandas às áreas administrativa, de manutenção e segurança. O perfil do zelador também passou por transformações, exigindo hoje alguns requisitos que são destacados a seguir pelo administrador Marcio Bagnato.

FORMAÇÃO ESCOLAR

“Precisa ter no mínimo o 2º grau completo, mas temos casos de grandes condomínios (por exemplo, comerciais e condomínios-clube) que exigem nível superior, com salários mais elevados.”

CURSOS DE ELÉTRICA, HIDRÁULICA ETC.

“É desejável que o zelador realize cursos de especialização ou atualização nos itens de manutenção do condomínio. Muitas vezes o profissional com experiência já conhece os sistemas de um prédio. Mas, de outro lado, as incorporadoras estão investindo em novas tecnologias, o que nem sempre é acompanhado por estes profissionais.”

ZELADOR OU GERENTE?

“Dependendo do empreendimento, ele assume o papel de gerente. Isso acontece nos grandes condomínios, onde o fator ‘liderança’ certamente será exigido. Pois sua equipe pode chegar a 20 ou 30 pessoas, entre seguranças, porteiros, manutencistas, faxineiros etc. Então, ele deve se apresentar como um líder, ser o profissional que irá verificar periodicamente os postos de trabalho e cobrar resultados.”

RELAÇÃO COM OS CONDÔMINOS

“A relação deve ser sempre de cordialidade, muito solícito. Mas, ao mesmo tempo, de discrição. O zelador deve aparecer somente quando lhe é exigido.”

PLANILHAS EXCEL

“Muitos condomínios contam com tecnologias e sistemas de gestão informatizados, exigindo do gerente predial ou zelador conhecimentos básicos de informática.”

FEEDBACK AOS CONDÔMINOS

“O importante é que o zelador monitore e registre as reclamações dos moradores, até para saber onde há maior incidência das reclamações, relatando-as ao síndico e a outros membros da administração, para que o trabalho esteja focado nos ajustes.”

ASSISTENTES DE ZELADORIA

“Grandes condomínios (acima de 250 unidades) merecem o apoio de um assistente predial, responsável pela parte burocrática da gestão interna, ficando o gerente predial ou zelador responsável pela gestão operacional.”

Matéria publicada na edição - 187 de fev/2014 da Revista Direcional Condomínios