Upgrade na academia do condomínio estimula uso e qualidade de vida

Escrito por 

A ideia é reforçar a estrutura das modalidades de maior demanda para o exercício físico dos moradores, melhorar o conforto e dar segurança aos usuários.

Espaço fitness do Condomínio Quality House Lapa. Na foto da esq., setor que concentra novas esteiras, bikes de spinning e um elíptico; na imagem da dir., área para musculação. Originalmente, este setor era destinado exclusivamente à prática de spinning

Na sua edição anterior (de novembro/dezembro de 2019), a Direcional Condomínios citou um caso de mudança de conceito dos espaços fitness nos subcondomínios residenciais do complexo Alpha Park, em Alphaville, na Região Metropolitana de São Paulo. Agora, traz mais uma história de empreendimento de alto padrão que resolveu modernizar a academia, dos equipamentos ao piso, reorganizando o perfil de ocupação dos seus ambientes internos.

No primeiro case, há duas áreas separadas para o fitness, cada uma delas era uma academia completa, mas o condomínio alterou essa disposição e concentrou os equipamentos aeróbicos e de musculação em um só espaço, reservando a outra sala para aulas de zumba, ioga, boxe e pilates. Já nesta reportagem a experiência citada é a do Condomínio Quality House Lapa, localizado na zona Oeste de São Paulo. Entregue em 2010, com duas torres e 288 unidades, o empreendimento dispõe de um amplo espaço para o fitness, mas a sua configuração não atendia ao perfil de uso dos moradores, afirma o síndico Demilson Bellezi Guilhem.

No ano passado, a assembleia aprovou mudanças, com a aquisição de novos equipamentos, redistribuição de alguns deles e a troca do piso (leia sobre o assunto ao final da pág. 18). Uma sala que era exclusiva para a prática do spinning já havia sido incorporada e passou a concentrar equipamentos para exercícios de musculação. “Aqui, ninguém usava o spinning”, justifica Demilson, que reside no empreendimento. Na nova academia, os usuários ganharam quatro esteiras profissionais, contendo onze programas de treino cada, além de um elíptico profissional, com sete programas de treinamento. A configuração foi proposta por uma moradora egressa do mercado fitness e os investimentos somaram R$ 70 mil. Demilson atua como síndico profissional em outros seis condomínios e observa que as construtoras, que antes entregavam “esteiras domésticas para uso coletivo”, caso do Quality House Lapa, passaram a equipar as academias com exemplares mais robustos, “de primeira linha” e modernos. O problema, segundo

Demilson, é que muitos deles são importados, o que encarece a manutenção e obriga o condomínio a fazer investimentos na troca dos aparelhos algum tempo depois da implantação. Esta situação ocorreu, por exemplo, no Alpha Park, cerca de cinco anos depois de implantado.

Entretanto, o síndico precisa atender a esta demanda do condomínio, pois a atividade física foi incorporada ao dia a dia dos moradores, por uma questão de qualidade de vida e comodidade, onde o usuário encontra recursos profissionais “dentro de casa”. Depois da renovação da academia, Demilson verificou o aumento do uso do espaço, principalmente das esteiras.

Frequência aumenta após melhorias

Uma maior utilização da academia também foi observada pelo síndico profissional Paulo Moraes depois que ele promoveu a modernização do espaço fitness do Condomínio Bela Cintra, empreendimento residencial de 335 unidades implantado em 2013 na região Central de São Paulo. “Recebemos uma academia básica, com equipamentos residenciais, além de uma sala de pilates. Dotamos a academia de um perfil profissional, com uma linha média de equipamentos. Mas fizemos isso gradualmente, fomos substituindo com o tempo”, relata.

Paulo afirma que os aeróbicos são os mais requisitados, por isso ele trocou todas as esteiras e adquiriu outros tipos de aparelhos. Reforçou ainda o piso no setor dos exercícios com peso. O próximo investimento do condomínio será em uma área para crossfit, já aprovada em assembleia. Aqui, o síndico deverá providenciar piso de amortecimento, espaldar para alongamento, estrutura para pesos e cordas, além de fitas de suspensão. O crossfit representa um tipo de treinamento que associa diferentes exercícios físicos (levantamento de peso, ginástica, atletismo etc.).

Espaço Fitness do Condomínio Bela Cintra

De acordo com um fornecedor do segmento fitness, os condomínios devem tornar esses espaços cada vez mais “atrativos, dispondo de equipamentos, acessórios e ambientes que ampliem as possibilidades de uso”. Ele observa que até há pouco tempo aparelhos como o leg press não eram tão solicitados, “mas com presença do personal trainer, principalmente das assessorias esportivas, mais tipos de equipamentos passaram a ser utilizados”.

Condomínio Bela
Cintra

O Condomínio Bela Cintra, implantado em 2013, ampliou a variedade de equipamentos e reforçou o piso da academia. Agora implantará espaço de crossfit

Fotos: Rosali Figueiredo

Condomínio Quality House Lapa

PISO ECOLÓGICO ANTI-IMPACTO – O Condomínio Quality House Lapa optou por um piso de borracha sustentável, produzido com grânulos de pneu reciclado e pigmentado em tons de cinza e azul para renovar o espaço fitness. As placas medem 1,00m X 1,00m, possuem 15mm de espessura, são atóxicas, ergonômicas, antiderrapantes e absorvem impacto. São de fácil limpeza e baixa manutenção. O condomínio investiu cerca de R$ 15 mil no revestimento e, de acordo com o síndico Demilson Guilhem, sua propriedade anti-impacto fez com que acabassem as reclamações de barulho que eram frequentes da parte dos moradores do andar de cima do ambiente.


Matéria complementar da edição - 252 - janeiro/2020 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.