Drogas no bairro, como agir?

Escrito por 

O bairro da Vila Leopoldina, na zona Oeste de São Paulo, possui hoje o 3º maior número de usuários de crack em alguns bolsões nas imediações da Ceagesp, afirma o síndico e jornalista Eduardo Fiora. São cerca de 400 pessoas, um número flutuante, observa.

síndico
Eduardo
Fiora

O síndico Eduardo Fiora propõe “ação cidadã”

Eduardo é um dos fundadores e membros do Fórum Social da Vila Leopoldina, entidade da sociedade civil que surgiu em 2013 para mediar inicialmente a questão da população de rua no bairro. “Com a mobilização do Fórum, conseguimos em 2018 a instalação da unidade Atende Leopoldina, um espaço de acolhimento social, e, em 2019, do CAPS – AD.”

O CAPS possui leitos para abrigar usuários de drogas que estejam em surto, por exemplo. “O síndico nada pode fazer com o problema que está na rua, mas ele e os condôminos podem ter uma ação cidadã, participar de movimentos da sociedade civil, buscando o diálogo com o poder público nas áreas da saúde, trabalho e educação. Sem isso a gente não consegue avançar. A polícia resolve até a ‘página 2’. Não adianta termos uma postura higienista, de querer ver o problema longe da gente, pois isso só o transfere para outro lugar.”

Em 2017, em levantamento divulgado pelo Ministério Público de São Paulo, as regiões mapeadas como “cracolândia” na Capital estavam no Centro (Luz, Campos Elíseos, Santa Cecília, Sé, Santa Ifigênia, baixada do Glicério), na Cidade Tiradentes (Zona Leste) e no Campo Belo (zona Sul). Na época, a Leopoldina e o Belém (início da zona Leste) figuravam como “mini cracolândias”.

Como entrevistas complementares à reportagem de Administração da edição de abril de 2020 da revista Direcional Condomínios, assista aqui aos vídeos com o Delegado da Polícia Civil de São Paulo, instrutor e consultor de segurança em condomínios, Luís Renato Mendonça Davini. A produção é da MoraPlay Vídeos.

Vídeo 1: Drogas no condomínio, como agir?


Vídeo 2: Drogas no condomínio - Parte 2


Matéria publicada na edição - 255 - abril/2020 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.