Inadimplência chega ao menor nível em 16 anos

Escrito por 

A AABIC (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo) aponta que a inadimplência chegou ao menor nível em 16 anos em agosto passado, desde que a entidade começou a apurar o Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial (IPEMIC). A falta de pagamento da taxa de rateio por 90 dias seguidos chegou a 2,76% no mês, também o patamar mais baixo registrado desde o começo da pandemia do novo Coronavírus. “Durante os meses de distanciamento social, entre abril a julho, o IPEMIC oscilou entre 3,08% e 3,43%”, compara a Associação.

Para o presidente José Roberto Graiche Junior, os dados refletem maior conscientização dos condôminos desencadeada pela quarentena, que os tornou “mais dependentes da prestação de serviços de qualidade dentro dos empreendimentos, como limpeza, segurança e bom atendimento”.

Para o síndico o Diógenes Radaelli Ferrero, o Condominio Világio de Assisi não só manteve a inadimplência zerada neste período, somando três anos nesta condição, como registrou “certa sobra” de caixa, o que lhe permitiu contratar recentemente serviços de revitalização da área da piscina. O residencial possui 84 unidades e está situado no bairro da Pompeia, zona Oeste da Capital Paulista.

síndica Cinthia Zaratini

Depois de assembleia ao ar livre, a modernização elétrica - O Condomínio Hyde Park, localizado no Brooklin, zona Sul de São Paulo, figura entre aqueles residenciais que aguardaram pelo momento de maior flexibilização da quarentena para realizar a assembleia ordinária de 2020. A AGO do Hyde Park foi convocada para uma tarde do final de agosto passado, em uma área externa do prédio, com mesas distanciadas, uso obrigatório de máscaras, entre outros protocolos. Na ocasião, a síndica Cinthia Zaratini (foto) foi reeleita para o seu 4º mandato e obteve a aprovação das contas de 2019, da previsão orçamentária de 2020 e a ratificação de um rateio extra que lhe possibilitou iniciar a modernização elétrica com aumento de carga do edifício de 72 unidades. A obra estava inicialmente prevista para o mês de abril, mas Cinthia acabou cancelando a AGO que estava marcada para março e que deliberaria sobre o rateio.

Agora, ela se prepara para convocar uma assembleia extraordinária no formato híbrido, com opção de participação presencial e on-line. Em pauta, a atualização do Regimento Interno do condomínio. “Precisamos deliberar sobre as regras de uso da academia e da brinquedoteca, entre outros”, explica. Sua ideia é realizá-la até o mês de dezembro. Cinthia pretende distribuir as propostas de alteração do Regimento junto com a convocação da assembleia, de forma que os condôminos possam procurá-la para esclarecimentos e sugestões antes da reunião, agilizando o momento da votação. Para facilitar a presença virtual dos que preferirem ficar no ambiente on-line, a síndica irá investir na aquisição de uma TV de 50 polegadas.


Matéria publicada na edição - 261 - outubro/2020 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.