Retrofit impulsiona novos investimentos em condomínio

Escrito por 

As obras do retrofit da fachada do Condomínio Cervantes, localizado no bairro da Consolação, centro de São Paulo, estão sendo acompanhadas pela Direcional Condomínios desde 2019.

Síndico

Síndico Helio Gomes Jr.: Depois da nova fachada, condomínio investirá na impermeabilização de toda a laje da frente do prédio, com troca da manta, modernização do piso, gradis e paisagismo. O início da obra está previsto para 2021

Prédio construído nos anos 70 com 198 unidades de um dormitório e quitinetes, o Cervantes investiu cerca de meio milhão de reais na renovação completa do sistema da fachada, procurando acompanhar a valorização de seu entorno, tomado por novas edificações e o Shopping Frei caneca. “O resultado da obra animou os condôminos, temos 5 apartamentos em reforma”, ilustra o síndico orgânico Helio Gomes Junior. Novas modernizações virão, primeiro na frente do prédio (com troca da manta asfáltica em toda a laje) e, depois, nas instalações elétricas.

Com acabamento original em pastilhas coloridas e alvenaria na fachada da frente, e apenas alvenaria nos fundos, o Cervantes promoveu a troca dos revestimentos cerâmicos, mudou as cores e recuperou o sistema. Os resultados podem ser conferidos nas imagens a seguir.

fachada
do Edifício
Cervantes

Abaixo, a atual fachada de frente do Edifício Cervantes: Novas pastilhas de 10 X 10 cm foram instaladas abaixo das janelas (na cor cinza claro mesclado). As colunas receberam a cor “off White”. Na imagem do alto a fachada original


Fundos do Edifício
Cervantes

Nos fundos do Cervantes, duas cores demarcam os elementos em alvenaria da superfície: Cor cinza urbano no peitoril das janelas e “off White” nas colunas. Na imagem de baixo, a fachada anterior

A execução dos serviços foi acompanhada pela arquiteta Geórgia Ellen Zorzella Gadea, contratada pelo condomínio. Segundo Geórgia, uma obra dessa envergadura requer, sobretudo, planejamento, envolvendo o diagnóstico dos problemas, a concorrência com empresas qualificadas, a análise das propostas etc., como explica na sequência:

- Laudos de engenharia, projeto & escopo da obra

“Um bom planejamento começa por um escopo bem definido dos serviços necessários e, para isso, o síndico precisará do apoio de laudos de engenharia, com análise de riscos, que identifiquem as manifestações patológicas e direcionem as possíveis soluções. Precisa ainda de especialistas independentes dos fornecedores, para que deem suporte técnico ao gestor e corpo diretivo. Em caso de alteração de layout, de áreas e/ou acabamentos, é preciso um projeto de arquitetura.”

- Perfil dos concorrentes

“Eles devem possuir experiência comprovada no serviço que se propõem a executar, particularmente em condomínios. É importante que o síndico e/ou profissional que está gerindo a concorrência da obra visitem outros serviços feitos pelas empresas que estão sendo cotadas. A saúde financeira dos concorrentes também deve ser pesquisada, observando-se se estão aptas a assumirem uma obra de valor elevado, assim como a documentação relativa às Normas Regulamentadoras do Trabalho, certificados, treinamentos, registros dos funcionários, seguros de vida da equipe etc. Somente depois dessa triagem é que deve ser analisada a proposta comercial e a planilha de custo equalizada pelo profissional contratado, verificando se estão compatíveis com o escopo inicial de trabalho.”

- Comunicação é fundamental

“Este profissional deverá cuidar também da comunicação entre a construtora e o condomínio e orientar a comunicação do síndico com os moradores. Deverão ser informados a estes o motivo da obra; os transtornos previstos e as medidas do condomínio para minimizá-los; o cronograma e as atividades a serem realizadas, atualizando-o a cada semana.”

- Pós-obra

“Deixar claro o tempo de garantia do serviço e educar o condomínio sobre a manutenção preventiva, que alongará a vida útil dos materiais empregados. E se houver novas manifestações patológicas, os condôminos deverão estar cientes dos procedimentos a serem tomados.”


Matéria publicada na edição - 267 - mai/2021 da Revista Direcional Condomínios

Não reproduza o conteúdo sem autorização do Grupo Direcional. Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.