Lançamentos crescentes na área dos condomínios residenciais

Escrito por 

A Embraesp monitora, desde 1985, os lançamentos imobiliários da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). Luiz Paulo Pompéia, diretor de Estudos Especiais da empresa, observa que durante o período houve três grandes booms no mercado de residenciais, conforme pode ser visto na imagem a seguir.

Em 2012, houve uma queda de 27% no número de lançamentos conforme balanço divulgado pelo Secovi-SP, mas tanto a entidade quanto Luiz Pompéia atribuem o recuo mais a uma "absorção" de mercado que propriamente a uma crise. Em 2013, por exemplo, os lançamentos voltaram a crescer, com 116 empreendimentos novos somente nos três primeiros meses do ano na Capital paulista, um aumento de 43,92% sobre o primeiro trimestre de 2012.

De forma geral, as regiões que mais têm concentrado lançamentos são Guarulhos, na Grande São Paulo e, dentro dos limites da Capital, os bairros do Morumbi, Butantã, Brooklin, Tatuapé e Mooca, observa Luiz Pompéia. O diretor de estudos projeta que a soma dos valores iniciais de venda de todas as unidades lançadas desde 1985 na Região Metropolitana, sem fazer atualização monetária nem de mercado, atinge a U$ 123 bilhões, quantia superior ao PIB de muitos países.

 

Matéria publicada na Edição 179 - mai/2013 da Revista Direcional Condomínios