Segunda, 19 Novembro 2018 00:00

AABIC aposta na expansão do mercado imobiliário após eleições

Por

José Roberto Graiche Júnior, presidente da associação, fez avaliação durante abertura do Enacon – Encontro Nacional das Administradoras de Condomínios, realizado no início deste mês de novembro em São Paulo.

As empresas administradoras de condomínios associadas à Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic), a maior entidade representativa do segmento no Estado, avaliam com bastante otimismo as perspectivas de crescimento do mercado imobiliário nos próximos anos, com as eleições dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL), à Presidência da República, e João Doria (PSDB), para o governo do Estado de São Paulo.

A afirmação é de José Roberto Graiche Júnior, presidente da entidade, feita durante o Enacon (Encontro Nacional das Administradoras de Condomínios), promovido pelo Secovi-SP no começo do mês de novembro de 2018, na Capital Paulista. Considerado um dos mais tradicionais encontros do setor de administração do País, o Enacon deste ano teve o propósito de discutir temas relacionados às perspectivas do panorama político e econômico do País, além dos desafios do setor em inovação, marketing, questões jurídicas e gestão dos negócios.

Alinhada à percepção dos representantes do Secovi-SP e outras entidades presentes ao evento, a avaliação de Graiche Júnior está fundamentada na perspectiva de que as eleições de Bolsonaro e Doria podem representar mudanças no viés econômico. A expectativa é que os novos eleitos abram mais espaço para impulsionar o empreendedorismo, a livre iniciativa, além de incentivo ao desenvolvimento à inovação para aumento da eficiência e produtividade das empresas. "Com o fortalecimento da economia, a expectativa dos empresários é que os números de lançamentos e vendas de empreendimentos voltem a crescer no País, o que abre oportunidade para a administração e locação de imóveis", aposta Graiche Junior.

O dirigente da Aabic destaca que a continuidade de queda na taxa de inadimplência condominial é outro aspecto aguardado pelos empresários do setor. Graiche Júnior lembra que o Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial (IPEMIC), medido pela Associação, já registra queda consecutiva ao longo de 2018. "Na medida que a economia cresce, outros indicativos também melhoram, como a queda do índice de inadimplência, em razão das condições mais favoráveis para toda a sociedade. Além disso, a expectativa de cenário mais promissor também permite aos empresários desengavetarem projetos, o que pode representar mais empregos, maior massa salarial e, consequentemente, aumento do consumo", explica o executivo.

Durante o seu discurso, o presidente da entidade também enfatizou os recentes avanços no mercado de administração de condomínios, como a implementação de novas tecnologias para melhorar a gestão dos condomínios, compartilhamento de serviços e profissionalização das administradoras. "Recentemente, o prazo para o envio das informações do eSocial foi prorrogado, algo que não precisaria acontecer do ponto de vista das empresas associadas à Aabic que atenderam com antecedência o calendário inicial estipulado pelo Governo Federal", afirmou. O Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, o eSocial, é um programa criado pelo Governo Federal para unificar o recolhimento eletrônico de informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias.