Sexta, 19 Junho 2020 00:00

Condomínios: Ajustes e procedimentos para reabertura das academias, salas de ginástica, brinquedotecas, quadras e piscinas

Por

Material preparado pela Condoprime, empresa de assessoria esportiva sediada em São Paulo (Capital), está disponível para download (ao final deste texto). O guia foi desenvolvido conforme as orientações do Governo do Estado, do CREF4/SP (Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região), da OMS (da Organização Mundial da Saúde), do Ministério da Saúde e da ACAD (Associação Brasileira de Academias).

Marcelo Martinelli

Marcelo Martinelli - Graduado em Educação Física, pós-graduado em gestão esportiva e manager da Condoprime (Foto Rosali Figueiredo)

A Condoprime, empresa de assessoria esportiva fundada por Marcelo Martinelli, em São Paulo (SP), desenvolveu um guia com orientações para os condomínios retomarem, paulatinamente, as atividades nas academias, salas de ginástica, quadras, brinquedotecas e piscinas. A Condoprime propõe um plano de 50 dias, com procedimentos a serem adotados pela administração do condomínio, pelos usuários desses espaços, pelos funcionários do prédio e profissionais de apoio (personal trainer). Há também orientações para portadores de deficiência.
Esse intervalo de 50 dias foi subdividido em cinco períodos:

1º - Os dez iniciais deverão envolver somente moradores e empresa de gestão esportiva com horário reduzido e aulas em ambientes abertos e sem contato físico;

2º - Nesta etapa, de cerca de 15 dias, propõe-se a abertura para personal trainer, fisioterapia esportiva etc., ainda com horário reduzido e aulas em ambiente aberto e sem contato físico;

3º - Envolve novos 15 dias com flexibilização, ampliação dos horários, aulas sem contato físico, mas já em ambientes cobertos (arejados);

4º - Período de dez dias para reavaliação e volta à rotina do "novo normal", contendo os ajustes, quando necessários. As aulas permanecem sem contato físico e em ambientes cobertos (arejados);

5º - Volta à rotina de horários e das aulas, tomando-se os cuidados necessários para a sua execução. No período deve haver, ainda, uma reavaliação sobre as aulas com contato físico.

Entre os cuidados apresentados no guia, encontram-se, por exemplo, nos ambientes das academias:

- Disponibilizar suportes individuais para que os alunos coloquem jaquetas e demais pertences;

- Realizar um cálculo cronometrado de quanto tempo a equipe de limpeza consegue higienizar a academia. Baseado nesse cálculo, é indicado o fechamento do espaço, em horário pré-determinado, de duas a três vezes ao dia. Recomendação importante: O uso de pulverizador costal é indicado para agilidade da desinfecção e não demanda muito investimento;

- Manter distanciamento entre os aparelhos cardiovasculares (esteiras, elípticos, bicicletas, simuladores de escada). Eles deverão ser intercalados (um ligado e o outro desligado) em caso de proximidade;

Exemplos em condomínios que aderiram ao plano:

(Fotos Marcelo Martinelli)

- Disponibilizar álcool gel 70% em todas as áreas da academia, através de displays, totens ou borrifadores, para higienização dos aparelhos/acessórios. Juntamente a esses recipientes disponibilizar toalhas de papel. Recomendação importante: No mesmo local, deve haver orientação para descarte imediato das toalhas de papel em uma lixeira com pedal;

- Uso de armários e escaninhos deverão ser intercalados/reduzidos em 50%. Utilizar fita zebrada para melhor identificação;

- Delimitar no chão, com fita demarcatória visível, os espaços que cada morador deverá utilizar durante o exercício;

- Limitar o uso individual em 1h para a totalidade do treino aeróbio ou anaeróbio. Em caso de uso da esteira, limitar o uso em 30 minutos, seguindo o padrão pré-estabelecido de higiene.

- Em caso de condomínios com bebedouro, vetar o uso da opção de contato labial e apenas liberar a saída de água para encher as garrafas;

- Disponibilizar, se possível, um colete de identificação do personal trainer, bem como seu registro de entrada e saída, além da medição de temperatura na portaria.

Essas orientações são procedidas de medidas preventivas a serem adotadas por todas as pessoas que vierem a frequentar o ambiente.

O guia prossegue com orientações similares em relação ao uso das quadras, piscina, brinquedoteca e salas de ginástica usadas para luta livre (aqui, com proibição de treinos em duplas, orientação para distanciamento mínimo de 1,5 metro entre um usuário e outro, uso de meias higienizadas nos tatames etc.).

Mais informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.