Terça, 04 Agosto 2020 00:00

Manual da Abralimp traz protocolos de limpeza para condomínios e suas áreas comuns

Por

A Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional indica os procedimentos de limpeza e desinfecção adequados para garantir a proteção de moradores, funcionários e frequentadores.

Visando auxiliar e padronizar os protocolos de limpeza em condomínios - residenciais e comerciais - que possuem mão de obra própria na limpeza, colaborando na diminuição do risco de disseminação do novo coronavírus, a Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) desenvolveu o "Manual de Procedimentos de Limpeza durante a pandemia de Covid-19 para condomínios e suas áreas comuns", que traz informações fundamentais a respeito de procedimentos de limpeza, equipamentos e produtos químicos indicados.

Como se trata de um vírus novo, ainda sem estudos comprovados que atestem seu comportamento, o conteúdo tem como finalidade apresentar medidas imediatas de prevenção e controle de transmissão. As orientações estão alinhadas com as diretrizes do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde (OMS), Associação Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e dos demais órgãos de saúde.

A Abralimp destaca que parte fundamental no processo emergencial da pandemia é o treinamento dos colaboradores. "É imprescindível a orientação constante de todos os profissionais para a prevenção da transmissão de agentes infecciosos", aponta o Manual.

Recomendações

De acordo com o Manual da Abralimp, a limpeza deve seguir uma sequência padrão para manutenção do ambiente higienizado, empregando técnicas corretas, produtos e equipamentos adequados.

A principal orientação para conter a proliferação do vírus é aumentar a frequência do processo de higienização de superfícies, com máxima atenção às áreas onde ocorrem maior contato das pessoas, tais como: maçanetas; corrimão; barras de apoio; botões de elevadores; fechaduras; interruptores; aparelhos de telefone e interfone, entre outros.

Preparação para a limpeza

Antes de iniciar os processos, é necessário higienizar as mãos e colocar os Equipamentos de Proteção Individuais (EPI) necessários para a atividade.

Todos os materiais utilizados no procedimento devem ser preparados previamente, como a separação dos panos secos. No caso dos produtos que serão utilizados para a limpeza, preparar o pulverizador com o produto químico e identificar o recipiente onde será colocado.

Preferencialmente, utilizar diferentes equipamentos, panos, esponjas e escovas para os processos de limpeza e desinfecção. Também devem ser utilizados equipamentos específicos para a limpeza dos mobiliários, pisos e sanitários.

Considerações para execução dos procedimentos

- É de suma importância a utilização dos EPI, para garantir a proteção do colaborador;

- A limpeza e a desinfecção devem acontecer em um único sentido, nunca em movimentos circulares ou de vai e vem para evitar espalhar a contaminação sobre a superfície;

- Inicie a limpeza da área menos suja para a mais suja;

- Iniciar o processo de limpeza e desinfecção sempre de cima para baixo;

- Nunca misturar produtos químicos.

Para ter ler o conteúdo do Manual na íntegra, acesse: Manual de Procedimentos de Limpeza durante a pandemia de Covid-19 para condomínios e suas áreas comuns.