Segunda, 21 Setembro 2020 00:00

Zeladores se mobilizam para preparar alimentos a moradores de rua na zona Oeste de SP

Por

Os trabalhadores em edifícios e condomínios formam realmente uma categoria especial; as palavras zelar, cuidar, guardar e se importar estão embutidas em suas funções, dentro dos locais onde atuam e, ainda, fora deles.

Zeladores

Percebendo as dificuldades dos mais necessitados devido à pandemia, os zeladores Fábio Dantas e Wanderley Almeida Santos, da Vila Leopoldina, zona Oeste da Capital Paulista, juntaram-se ao amigo Fábio Gonçalves para arrecadar alimentos e doar às pessoas necessitadas. Mas como quem está na rua não tem como cozinhar o pouco que recebe, eles resolveram preparar esses alimentos em suas próprias casas e entregar em marmitas prontas.

A ação começou com 30 unidades e hoje já são mais de cem, distribuídas às quartas e sextas-feiras à noite. O trabalho não é tão simples, porque eles mesmos começam o preparo em seus horários de almoço, o que se estende até o fim do dia. A entrega é feita normalmente entre 18h e 20h30 em dois pontos da Vila Leopoldina.

Na última quarta-feira (16/09/2020), Isaías Araújo, secretário-geral do Sindifícios (Sindicato que representa a categoria dos trabalhadores em condomínios na cidade de São Paulo), acompanhou o trabalho dos amigos. Além de ajudá-los na entrega, ficou impressionado com a satisfação tanto de quem doava, como de quem recebia: "É uma alegria muito grande ver de perto a atuação de pessoas boas com um resultado tão forte: matar a fome de que está na rua". Parabéns a todos os envolvidos nesse trabalho tão importante. O mundo precisa de mais gestos concretos como esse!

Doações
Doações